Curso Técnico em Turismo Receptivo de Jacupiranga conquista espaço e começa a criar oportunidades na Região

  • O curso tem o tempo estimado de um ano e meio, porém os três módulos são muito dinâmicos, desenvolvendo a prática nas atividades.

Com início no segundo semestre de 2018, o curso Técnico em Turismo Receptivo da Classe Descentralizada de Jacupiranga, sede ETEC de Registro, começou suas atividades com o apoio da Prefeitura Municipal de Jacupiranga e do COMTUR. Os mesmos colaboraram com as realizações de atividades para o desenvolvimento do curso, sendo elas palestras e visitas técnicas.

As palestras ocorreram na escola onde o curso é realizado, a escola E.M.E.B. Carlos Alberto Vigneron, contando sempre com o apoio da Diretora Municipal de Educação Aparecida Gomes Guatura e o Diretor da Escola André Luis de Souza. O objetivo das palestras foi mostrar as diversas oportunidades e a necessidade de comprometimento, postura e ética na realização das atividades. Uma das palestras que ocorreu foi com a responsável pelo setor do Turismo no Município, Michele de Oliveira. Michele é formada em Técnico em Turismo Receptivo pela ETEC e sua fala teve como objetivo apresentar as perspectivas na área do Turismo, possibilitando aos alunos analisarem as oportunidades da cidade e Região. Todas a palestras contribuíram para que os estudantes desenvolvessem um olhar de desbravador na área turística.

Já as visitas técnicas, foram fundamentais para o conhecimento e análise do município de Jacupiranga, isto porque, é de extrema importância saber a história, a cultura, os locais como rios, cachoeiras e até mesmo empresas com potencial turístico. Algo de muita importância para o curso foi o estudo do Caminho do Peabiru, do qual poucas pessoas têm o conhecimento específico de sua história.

A história do Caminho do Peabiru é muito interessante e existe todo um enredo dentro dos aspectos de desenvolvimento, colaborando assim com uma realidade necessária que é o pertencimento regional e até mesmo cultural.

Com a visita técnica à empresa Ki Natural, na qual participou o senhor José Tarcísio Pereira, os alunos foram sensibilizados a esta causa, já que a mesma também contempla o município de Jacupiranga.

Outra visita técnica realizada, foi ao Hotel Morada do Sol, com o objetivo de se vivenciar os departamentos e sempre analisar os melhores procedimentos com as orientações para receber adequadamente os hospedes. O maior objetivo das visitas foi que os alunos do curso observassem a importância de suas atitudes e postura profissional em cada local envolvido.

O curso tem o tempo estimado de um ano e meio, porém os três módulos são muito dinâmicos e com isso desenvolve a prática nas atividades. Lembramos que o Turismo é promovido muito mais por parte do setor privado, considerando que a parte pública contribui com as legislações, apoio e incentivos.

No fechamento de 2018, foi realizada a Pedalada Ecológica e o curso foi apoiador do evento, ajudando na realização com assistência aos ciclistas envolvidos. A participação se deu nas inscrições e entrega dos Kit’s e no dia do evento como staffs. Esta parceria foi produtiva, pois os alunos conseguiram ver a importância de um evento e como proceder na organização.

No segundo módulo, iniciado em fevereiro deste ano, foi colocando em pauta a importância do curso para o município e região. Além de se exigir dos Técnicos em Turismo Receptivo o comprometimento ético nos eventos. Diante a isso foram chamados a serem apoiadores do Carnaval que foi realizado na cidade do curso.

No Carnaval Ecológico de Jacupiranga, a turma conseguiu desenvolver várias atividades: como um City Tour, que nada mais é do que a apresentação da história do município para os moradores, tendo a participação dos alunos nas pesquisas para realização do roteiro; o Boia Cross; a Trilha com o apoio da Pousada Olho d’água, tendo a colaboração dos alunos na realização das inscrições e apoio na própria trilha, realizada por Eliel Sobral e finalmente a Pedalada também com a participação dos estudantes na realização das inscrições e staff, além da limpeza do local, o qual foi o ponto de parada, a cachoeira do Desemboque.

Também ocorreram visitas técnicas e palestras, resultando na definições de ideias para os futuros trabalhos de conclusão de Curso. As palestras realizadas foram:

• Segurança em Eventos, com Denis Ricardo Bicas Barbosa;
• Montagem de um evento, com Suellen da Silva Nascimento;
• A importância de Agência de Viagens, com Priscila Delgado;
• O caminho do Peabiru, com o Senhor Jorge Ubirajara Proença;
• Oratória com Kleber Lemos Diretor Administrativo da Etec de Registro;

Além de muitas aulas práticas sendo feitas com a realização de montagem de mesas, dobraduras de guardanapos e até um casamento. As visitas técnicas realizadas aconteceram em diversos espaços como restaurantes, entre eles:

• Dois Chef’s com Robson de Carvalho, mostrando o desenvolvimento de cardápios e o diferencial nos pratos elaborados; e a
• Churrascaria 477 com Nilvana Ongarato de Oliveira, contando sua história e todo a criação e oportunidade.
• Câmara Municipal de Jacupiranga

Essas atividades são desenvolvidas sempre com o objetivo de se garantir um aprendizado na prática, pois como serão profissionais técnicos precisam saber como proceder em vários ambientes. Dessa forma, todo o município sai ganhando, já que eventos acontecerão e com tudo gerar o aperfeiçoamento e melhoria no setor do Turismo.


Fotos:


    Escola Móvel de Nanotecnologia do SENAI desperta curiosidade dos alunos da ETEC de Registro em primeira visitação

    Publicado em 14/11/2019
  • Durante os dias 5, 6 e 7 de novembro os alunos do Ensino Médio e Ensino Médio Integrado da ETEC de Registro estiveram visitando a escola móvel de Nanotecnologia do SENAI-SP (Serviço Nacional de Ap...

    ETEC de Registro abre inscrições para o curso de Técnico em Turismo Receptivo

    Publicado em 04/11/2019
  • No dia 16 de outubro deste ano foi aberta as inscrições para o vestibulinho da ETEC de Registro, e mais uma vez o município de Jacupiranga saiu na frente. Com a disponibilização de 40 vagas para ...

    Alunos da ETEC criam impressora que transforma textos digitais em texto em braile no papel

    Publicado em 01/11/2019
  • Um grupo de estudantes desenvolveu uma impressora em braile, que transforma textos digitais (computador ou App) em texto em braile no papel. Os jovens são estudantes do ETIM de Informática da ETEC d...