Alunos da ETEC criam impressora que transforma textos digitais em texto em braile no papel

  • Segundo os estudantes, o custo para desenvolver a impressora foi baixíssimo, sendo aproximadamente de R$400 reais, sendo que, atualmente no mercado, valor é em torno de R$10 mil reais.

Um grupo de estudantes desenvolveu uma impressora em braile, que transforma textos digitais (computador ou App) em texto em braile no papel. Os jovens são estudantes do ETIM de Informática da ETEC de Registro.

O grupo é composto por Victor Oussawa, Henrique Oliveira e Willian Pioker. Todos com 17 anos de idade. Segundo os estudantes, o projeto tem o objetivo de criar maior inclusão social para os deficientes visuais por meio da leitura.

“Durante as pesquisas, vimos que de acordo com alguns especialistas na área, a leitura continua sendo o principal meio de inclusão social. Mesmo que hoje seja possível encontrar mecanismos que contribuam, como o áudio, por exemplo, eles ainda continuam sendo auxílios, o principal foco mesmo é a leitura”, informaram os estudantes.

O projeto foi iniciado no começo das aulas, em torno de fevereiro deste ano, e durou cerca de oito meses para ser finalizado. A ideia surgiu quando os estudantes estavam pensando em algum projeto para o TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). Willian Pioker foi quem sugeriu o tema e o grupo passou a pesquisar mais a fundo sobre o assunto.

“Eu tinha uma máquina de desenhar e pensei que eu poderia aplicar ao meu TCC. A partir disso, eu pensei que poderia fazer uma impressora braille com ela", explica Willian.

Segundo os estudantes, o custo para desenvolver a impressora foi baixíssimo, sendo aproximadamente de R$400 reais, sendo que, atualmente no mercado, valor é em torno de R$10 mil reais.

Como a impressora é feita:

Os estudantes explicam que utilizaram madeira compensada e bambu como estrutura da impressora. Ela é baseada em uma impressora 3D e possuí três eixos que são movimentadas por meio de uma barra roscada.

Conforme o grupo, o primeiro eixo é responsável pela movimentação da barra na horizontal, enquanto o segundo eixo irá realizar o relevo da escrita braille, com um movimento vertical. Já o terceiro eixo irá fazer a quebra de linha, puxando a folha para trás.

“Todas essas barras roscadas do eixo são movimentadas por motores de passo. No total são três motores, sendo um para cada eixo. Toda a coordenação desses equipamentos da impressora é realizada por um Arduino”, explicam.

O projeto foi colocado em exposição na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que aconteceu entre os dias 22 e 25 de outubro, na Praça Beira Rio, em Registro. O evento reuniu mais 8 mil pessoas e, segundo o balanço feito pela comissão organizadora, este ano bateu recorde de público.

“Foi uma experiência única. Durante esse projeto, foi possível ver as necessidades que muitos deficientes visuais encontram, essa outra visão de mundo acaba nos sensibilizando, pois esses fatos não são sempre expostos a sociedade”, declarou Victor.

“É muito gratificante saber que trabalhamos firme cada dia, sempre nos reunimos para discutir o que pode ser melhorado ou ajustado na impressora e temos o reconhecimento por parte de outras pessoas também, que torcem para que o projeto seja cada vez mais desenvolvido e portanto, ajudar os deficientes visuais nas situações de leitura no dia-a-dia”, comemora Henrique.

“Consegui adquirir mais conhecimento sobre o assunto e, além disso, vi que com a impressora eu poderia ajudar os deficientes visuais”, explica Willian.

Matéria publicada pelo site Registro Diário - Redação 30/10/2019 - 20:00 hs – (disponível em: http://www.registrodiario.com/noticia/7158/estudantes-criam-impressora-que-transforma-textos-digitais-em-texto-em-braile-no-papel.html)


Fotos:


    Entenda por que você deve se preocupar com sua rotina de estudo

    Publicado em 17/06/2020
  • Dia a dia atribulado, com inúmeros compromissos, quem não passa por isso? Diante de tantas tarefas diárias, estabelecer uma rotina de estudos pode ser um problema. Se esse é o seu caso, não entre...

    INEP libera cartilha com critérios de correção da redação do ENEM

    Publicado em 10/06/2020
  • No dia 26 de maio, terça-feira, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilizou para o público em geral a cartilha seguida pelos avaliadores que corri...

    UFPR adia o Vestibular 2021

    Publicado em 26/05/2020
  • O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFPR (Cepe) aprovou nesta quarta (20/05) o adiamento do Processo Seletivo UFPR 2020/2021 devido às condições decorrentes da pandemia de covid-19. A nov...